Um mundo que distrai

Vivemos em um mundo que distrai o tempo todo, rouba a nossa tenção, nos faz perder o foco, se é que podemos dizer que existe foco em alguma coisa. Somos estimulados a olhar para fora.

 

É a internet, o Face, o Instagram, o rádio, a TV, o telefone celular, as notícias impressas nas capas das revistas, as promessas de um novo livro publicado, a conversa de um amigo, o barulho das ruas e assim a mente não consegue parar com tanta informação.

 

As pessoas se estressam e surge a ansiedade crônica, a raiva social, o transtorno do déficit de atenção e com tudo isso os tratamentos, os remédios milagrosos inventados pela ciência e distribuída pelos laboratórios que enriquecem cada vez mais.

 

Na atualidade tudo virou negócio. Um dia destes recebi a mensagem de um grupo de meditação onde você paga para participar, ou seja, até para ficar em silêncio em grupo estão cobrando.

 

Comercializaram a paz, o amor, o tratamento para a falta de atenção com o filho, a harmonia conjugal, os ensinamentos sobre como sentir prazer, atingir o ponto G, cursos para aprender a respirar. Enfim, tiraram do ser humano suas capacidades e agora querem devolve-la em apostilas e tratamentos rápidos feitos por coachings formados em horas.

 

Isso tudo me entristece. Fui em uma livraria hoje e fiquei confuso com a infinidade de títulos que prometem de tudo, agora tem até dieta para o cérebro, ou seja, é preciso evitar alguns alimentos.

 

Olhando para fora, para tudo que dizem, não se pode tomar café, comer carboidratos, tomar uma taça de vinho, comer ovo, carne vermelha, agrotóxico, comida enlatada, a água está poluída, ou seja, cada um com sua verdade e se todas forem seguidas, você literalmente enlouquece, fica paranoico e deixa de viver.

 

Com tanta informação, tanto lixo, para mim o melhor caminho é um certo isolamento de tudo isso.

 

Quero dizer. O01lhar para dentro e ver as respostas que encontro. O mundo está muito barulhento e isso está me incomodando.

 

Dar férias para as notícias, principalmente as ruins, reduzir o acesso ao que não faz crescer, à diversidade de opiniões, onde cada um está querendo provar a sua tese sobre a vida.
Eu mesmo, com este texto, estou querendo lhe convencer de algo.

 

E na verdade, o que eu quero mostrar para mim mesmo e quem sabe para você é que não dá mais para ouvir tudo que falam, acreditar em tudo que alguém escreve ou mesmo crer em tudo que se vê.

 

É preciso parar, reservar um tempo para sentir a presença do silêncio em sua vida e quem sabe nele, você ouvirá a verdade que procura, as respostas para suas perguntas.
Quem sabe neste silêncio você encontre algo muito superior que o barulho e o caos que está tendo aqui fora.

 

Quero tentar e quando eu voltar deste reduto, quero te dizer o que encontrei e quem sabe, mostrar este caminho pra você.

 

Geninho Goes

Recent Posts

Leave a Comment